SOCIEDADE



O que sobrou da sociedade humana são pequenos agrupamentos de pessoas tentando sobreviver. Não existe mais cidades, países ou qualquer forma de governo centralizado. O que temos agora são diversas tribos e clãs agrupados em aldeias e vilarejos onde cada uma segue suas próprias regras e forma de governo.

Grandes vilarejos possuem recursos e tecnologia mais abundante e são mais populosos. A segurança e organização é uma característica comum nesses locais, o que acaba por proporciona uma melhor qualidade de vida a seus habitantes. Nesses vilarejos é comum encontrar pessoas capacitadas para os mais diversos tipos de serviços.

Pequenas aldeias geralmente possuem poucos recursos e tecnologia. A segurança e organização é menor pois são compostas apenas por um pequeno grupo de sobreviventes que se formam em antigas ruinas ou construiram suas habitações com sucata. Não é raro encontrar aldeias de selvagens, onde alguns até praticam o canibalismo como meio de sobreviver em um ambiente com poucos recursos.

Existem também diversos clãs nômades que são compostas por contrabandistas, mercenários, assaltantes, caçadores de recompensa e todo tipo de escoria que vive a custo de saquear e empilhar.  Esses tipos de clãs possuem diversos recursos (inclusive armas e veículos) frutos de seus saques. Também há raros casos de clãs pacíficos (tais como o clã dos Sábios e outros clãs religiosos).


Agua, combustível e munição são os recursos mais raros e valiosos a serem comercializados. Qualquer outra coisa possui seu valor especifico e de importância com quem estiver negociando. Não existe um sistema monetário. Ouro e prata são simples peças de sucata neste mundo.






Nenhum comentário:

Postar um comentário